fbpx

Madyanny Pereira da Silva (CRP 08/34692)

  • Modalidades de Atendimento:
    Online
  • Faixa Etária de Atendimento:
    Adolescente (13 a 18 anos), Adulto (19 a 59 anos), Idoso (+60 anos)

Olá, que bom que você chegou até aqui! Me chamo Madyanny, sou psicóloga formada pela Faculdade Pequeno Príncipe. Atualmente, estou em formação contínua em psicanálise pela Associação Psicanalítica de Curitiba (APC) e atuo com atendimento clínico psicanalítico. Na minha trajetória, tive a oportunidade de trabalhar com a inclusão em diversos cenários da nossa sociedade atual. Trabalhei com a inclusão de pessoas com deficiência (PCD) no mercado de trabalho, a inclusão de menores aprendizes em vulnerabilidade social e com a inclusão de crianças no contexto escolar. Foi nessa caminhada que me senti atravessada pela subjetividade de cada pessoa, que notei que cada um possui seu jeito único de ser de acordo com sua história de vida, com seus gostos e seus desejos. E entender isso é valorizar cada sujeito, é ultrapassar barreiras impostas por diagnósticos médicos e escutar o que cada um tem a dizer sobre si mesmo. Em 2019 iniciei como voluntária na pesquisa “Contribuições da Psicanálise no atendimento interdisciplinar em ambulatório hospitalar” no Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, onde realizei atendimentos ambulatoriais com os pacientes encaminhados pelos diversos setores médicos. Nessa experiência como voluntária, pude entender aprofundar os meus estudos nos fenômenos psicossomáticos e também na clínica da psicanálise. Meu desejo pela psicanálise se deu ainda durante minha graduação, onde percebi nela um método ético de escutar o sujeito. E, por falar nisso, a escuta foi sempre o que guiou minhas escolhas profissionais até aqui, pois acredito na subjetividade de cada pessoa. Acredito que, em consultório, é possível escutar histórias de vida, desejos e aquilo que insiste em atravessar cada um. É na escuta que estão os tropeços, aquilo que escapa, aquilo que o sujeito sabe sem saber que sabe. Meu objetivo é deixar um espaço livre para que o paciente consiga (re)produzir sua própria história, entendendo o porquê das vírgulas e acentos de suas palavras. E é por isso que escolho a clínica, pois acredito nas pessoas e no que elas podem (re)produzir sobre si mesmas.

Tipo de Atendimento

Fale com esse Psi

    Forma de Contato